VULKAN Couplings Marine propulsion
 

​​A VULKAN ESPAÑOLA é fornecedora dos acoplamentos torcionalmente flexíveis para os novos rebocadores Bylgia e Kolga do Estaleiro Espanhol Astilleros Armón

O NAVIO Bylgia o Kolga

O ESTALEIRO Astilleros Armón / Pontevedra



O DESAFIO
 Para os rebocadores oceânicos com a numeração de casco V-085 e V-086, construídos no estaleiro espanhol Astilleros Armón da companhia marítima Heerema (Países Baixos), a VULKAN ESPAÑOLA, uma subsidiária do ativo Grupo VULKAN, entregou os acoplamentos altamente flexíveis para os acionamentos principais, caixas de transmissão do PTO e geradores.

A SOLUÇÃO No conceito de acionamento implementado neste rebocador, o projeto contou com um total de quatro motores Caterpillar MaK, tipo 6M32C com uma taxa nominal de 3.000 kW cada, acionamento de ambos propulsores, considerando que os dois motores cada são sincronizados via uma caixa de transmissão. No acionamento principal teve um total de quatro acoplamentos altamente flexíveis RATO DS, um para cada eixo, usado entre os quatro motores Caterpillar 6M32C e as duas caixas de transmissão Reintjes DLG-5551P.

Para os conjuntos de geradores de ambos os rebocadores de ancoragem foram aplicados os motores Caterpillar C-32 (994 bkW com 1.800 rpm) os alternadores LSA-50.2 VL10  da Leroy Somer, bem como para fornecimento de energia de emergência ainda instalaram motores Caterpillar C18-ACERT (601 bkW com 1.800 rpm) e alternadores Leroy Somer tipo LSA-491 S4, a VULKAN ESPAÑOLA entregou um total de oito acoplamentos altamente flexíveis VULASTIK L para essas aplicações. Para atender as exigências do sistema, existem diferentes qualidades de borracha disponíveis dependendo do torque a ser transmitido.

OS BENEFÍCIOS O RATO DS tipo A-33DZ BR 2200 são acoplamentos elásticos altamente flexíveis que foram especialmente desenvolvidos para os principais acionamentos de navios com uma exigência de alta flexibilidade torcional e capacidade média de desalinhamento.


 



A diferente rigidez disponível possibilita uma ótima sintonia do sistema com respeito a ambas as respostas de vibração torcional transitória e de equilíbrio estável, mesmo para estes sistemas onde o desempenho depende primariamente da interação perfeita entre os dois motores conectados a uma caixa de transmissão - e especialmente em casos em que um dos motores esteja ligado ou desligado.

A cooperação já existente e bem sucedida entre a VULKAN e o fabricante do motor ainda ofereceu outra vantagem ao armador Heerema: economia de tempo já que não era necessário nenhum processo de aprovação devido a parceria entre os dois fornecedores, com isso o cliente recebeu uma solução de acionamento altamente confiável já bastante comprovada pelo mercado, e ainda contou com tempo de espera de entrega mais reduzido.

As principais partes do acoplamento VULASTIK L, são o cubo e a carcaça, entre as quais o elemento em forma de disco está disposto. O elemento é conectado pela vulcanização em seu raio interno, o raio externo está conectado a carcaça em formato denteado e com montagem plug-in. Este denteado proporciona o recurso plug-in e a compensação axial dos deslocamentos de eixo.

Além disso, o estaleiro e o armador se beneficiaram pelo fato de que todos os acoplamentos elásticos necessários pelo total do novo projeto vieram de uma única fonte, proporcionando efeitos de sinergia a ser utilizado no futuro para facilitar a montagem e a manutenção.

Para mais informações sobre o portfólio de produtos da VULKAN clique aqui.

 ​​​​​​​